Concessões integradas: o caso de el callao, Perú.




A gestão integral do trânsito da Municipalidade de El Callao se trata de uma inovadora solução à problemática da sustentabilidade da mobilidade nas cidades. Em particular em tempos de um extraordinário crescimento do trânsito e de orçamentos municipais que não são suficientes para atender as múltiplas necessidades do crescimento urbano nas cidades latino-americanas.

Se trata da segunda localidade mais importante do Peru, próxima a Lima, possui o aeroporto internacional e o principal porto da república, com uma população permanente de 810.000 pessoas e uma mobilidade de 1.500.000 pessoas.

“Sem dúvida, o crescimento urbano das cidades e os problemas de infraestrutura do tráfico acomete a todas as cidades, e o mesmo ocorre com Nosso sistema que atualmente é obsoleto… por outra parte e segundo a Organização Mundial da Saúde, os acidentes viários são uma das principais causas de mortalidade a nível global e acarretam outros grandes inconvenientes como a contaminação do meio ambiente e perdas econômicas derivadas por milhões de dólares… ” comentou o Dr. Jorge Luis Villareal, Gerente Geral de Transporte Urbano da Municipalidade de El Callao na I Jornada de Mobilidade Sustentável organizada pela SAIT no Sheraton Hotel de Buenos Aires.

Por isto, o funcionário esclareceu que “existe uma necessidade de ordenar o trânsito veicular e de pedestres, modernizar o sistema de implantação de semáforos e fiscalização e educar sobre o cumprimento das normas, oferecer uma efetiva segurança viária, preservar o patrimônio viário e diminuir a contaminação” e por outra parte ressaltou que “o grande problema que a maioria dos governos locais enfrenta, tem a ver com a obtenção de recursos”

Atendendo a estas necessidades é que SUTEC tem desenvolvido sua solução de Concessões Integradas para El Callao, aportando uma solução tecnológica e econômica ao mesmo tempo, que facilite a modernização dos sistemas de trânsito sem que isto impacte no itinerário público.

As concessões integradas permitem otimizar e integrar eficazmente o circuito Arrecadação-Investimento através do sistema bancário (organismo fiduciário) que garante a transparência da administração e as empresas especializadas em serviços urbanos que garantem a prestação. Assim se combinam concessões de Sistemas de Fiscalização Veicular do Trânsito e Parking para a Arrecadação com Sistemas de Implantação de semáforos e Controle de Trânsito, Vídeo Vigilância e Painéis de Mensagem Variável para o Investimento.

Os principais benefícios que aporta para o Município ou entidade estatal são; economias reais na gestão operativa, menores esforços de investimento, incrementos na arrecadação e no patrimônio.

E para o usuário; melhorias na qualidade de vida ou na segurança dos serviços, diversificação nos serviços, obras e serviços que aportam à qualidade urbana e iniciativas de relevante conteúdo social.


“As concessões favoreceram a segurança viária no Peru”

Dr. Jorge Luis Villareal
Gerente Geral de Transporte Urbano da Municipalidade de El Callao, Peru